Em quais processos da indústria o condutivímetro é utilizado?

     Está precisando comprar um novo aparelho para sua indústria, mas tem dúvidas de qual é o melhor condutivímetro para o seu caso? Neste artigo iremos explicar em quais processos o condutivímetro é utilizado, para quais tipos de amostras seu uso é indicado, e quais são as variações do aparelho. Confira!

     Alguns setores industriais precisam que durante alguns processos sejam avaliados alguns elementos, como concentração e condutividade elétrica de amostras, a fim de controlar a qualidade das soluções.

Equipamento de laboratório
     O condutivímetro é um equipamento de laboratório utilizado para medir a condutividade vários tipos de amostras. Principalmente em medições que necessitam de precisão e tem como vantagem a indicação e compensação automática de temperatura (de 0 ºC a 100ºC).

É muito encontrado em indústrias eletrônicas e químicas, assim como na indústria farmacêutica. O condutivímetro tem como função fazer o controle de qualidade de água, formulações e soluções nessas empresas. Nos laboratórios, percentuais de sais, resistividade, acidez, cinzas, entre outros efluentes são detectados de modo eficaz com o uso da ferramenta.

Modo de utilização
     Os medidores podem apresentar dois métodos de medição de condutividade, e as medidas utilizadas para a coleta de informações são os Siemens, que apresentam variações de micro-siemens e milisiemens por centímetro e é através destas medidas que o aparelho se guia para a coleta de informações.

     O condutivímetro é formado por eletrodos polarizados que são imersos na solução a ser analisada. Esses eletrodos precisam ser calibrados antes e depois do uso e devem estar limpos para que a medição apresente um resultado íntegro. Cada tipo de medidor possui uma extensão variável de sensor para poder realizar a coleta.

Tipos de condutivímetro

     Como seu uso pode ser feito em laboratório ou em campo, existem modelos adequados para cada situação. No geral, existem três formatos de condutivímetro, e cada um apresenta compensação de temperatura (0° a 100°).

Portátil
     É o modelo mais comum e mais recomendado para realizar medições de qualidade em água. Também é utilizado para fazer medições em cosméticos, fórmulas químicas simples e alimentos.

Bancada
     Foi criado para ser utilizado em laboratórios, sendo manuseado em uma estação específica devido às suas dimensões amplas e funcionalidades. O equipamento é direcionado para medições de porte maior. Indústrias eletrônicas, químicas, farmacêuticas e outras costumam fazer uso desse tipo de condutivímetro para medir também sólidos dissolvidos, salinidade ou temperatura.

Condutivímetro de bolso
     É o mais simples e com menores dimensões, permite medições em atividades de campo ou em processos industriais, principalmente para controle de qualidade. Também é muito usado em oficinas mecânicas para conferir o controle de água em baterias de carro.

     Agora que já sabe qual solução cada tipo de condutivímetro é indicado, fica mais fácil adquirir o seu novo equipamento. Entre em contato com um especialista GHM e saiba qual é o aparelho mais indicado para o seu caso.