ESTAÇÕES METEOROLÓGICAS: QUAL A IMPORTÂNCIA NA AGRICULTURA? 

A qualidade de vida é influenciada, de forma determinante, pelo meio ambiente. Não há praticamente nenhum outro segmento da indústria que seja tão dependente das influências naturais como a agricultura e a silvicultura. Registrar e quantificar os seus fatores de influência é uma das tarefas centrais da metrologia ambiental. Essas influências incluem condições climáticas para a criação e produção de produtos agrícolas, bem como as condições de transporte e armazenamento dos mesmos. Um dos equipamentos mais utilizados para a medição desses parâmetros é a estação meteorológica.

Trata-se de uma ferramenta fundamental para monitorar as condições meteorológicas no campo, possibilitando que os agricultores tomem decisões com base em dados concretos. Confira neste artigo os principais conceitos relacionados às estações meteorológicas e seu funcionamento e utilização na agricultura.

Estações Meteorológicas
As estações meteorológicas são ferramentas essenciais para monitorar as condições climáticas nas mais variadas aplicações. É um conjunto de instrumentos ou sensores que recolhem dados para análise do tempo meteorológico. Estes instrumentos têm como objetivo registrar a velocidade e direção do vento, temperatura e umidade do ar, radiação solar, chuva, pressão atmosférica entre outras variáveis.

São vários as aplicações nas quais as estações meteorológicas podem ser utilizadas para o monitoramento do clima, como na agricultura, portos, aeroportos, etc. A observação meteorológica de superfície, realizada por esses equipamentos, consiste da coleta diária de dados referentes às diversas variáveis atmosféricas, que caracterizam o estado da mesma, ou seja, o tempo.

Tipos de estações meteorológicas
Existem dois tipos de estação meteorológica, as automáticas e as convencionais. Nas primeiras, as estações possuem transmissores elétricos que emitem as informações, que por sua vez são captados por um datalogger, possibilitando que o armazenamento e o processamento dos dados sejam informatizados. Já as estações convencionais exigem que técnicos façam a coleta de dados diariamente de forma manual.

Primeira classe: são aquelas que medem todos os elementos meteorológicos.
Segunda classe: não realizam as medidas de pressão atmosférica, radiação solar e vento.
Terceira classe: medem apenas a temperatura máxima, mínima e a chuva.

Instrumentos de Medição
Anemômetro: para medir a velocidade e direção do vento;
Barômetro:medição da pressão atmosférica;
Datalogger: coleta automática de dados em estações meteorológicas. Com este dispositivo é possível ainda transmitir dos dados de forma informatizada para uma estação de monitoramento de condições;
Higrômetro: mede a umidade relativa do ar;
Piranômetro: tem como função medir a radiação solar a partir de um ponto determinado;
Pluviômetro: utilizados para medir a quantidade de chuva em determinado lugar ou época. Pode medir também matérias sólidas, como neve e granizo.
Termômetro: medição da temperatura ambiente.

Importância da estação meteorológica para a agricultura
As variáveis atmosféricas medidas nas estações meteorológicas influenciam diretamente na produtividade da lavoura. Para o produtor, analisar e acompanhar os dados climáticos torna possível o planejamento eficaz das épocas de plantio, colheita e produtividade, de forma que períodos de maior chuva ou de extremo calor não prejudiquem a atividade.

As estações meteorológicas são equipamentos de grande custo benefício, isso é um fato. O que muitos produtores não sabem, é que existe a possibilidade de customizar uma estação para as necessidades de cada plantio, tendo alta precisão e durabilidade. Deste modo, ele pode mensurar diversos fatores que influenciam no gerenciamento de suas atividades no campo. Como exemplo podemos citar a direção predominante dos ventos, a precipitação acumulada na safra, a temperatura média em um período, entre outros.

Portanto, monitorar essas variáveis é de indispensável para um planejamento agrícola eficaz. Com o uso de uma estação meteorológica, o agricultor tem total controle dos processos de produção. Tais como a otimização de aplicação de defensivos e fertilizantes, identificação de doenças, manejo de irrigação, entre outros.

Resumindo: uma estação meteorológica customizada para operações agrícolas oferece condições ideais para a colheita e pulverização, aumentando a produtividade e possibilitando maior lucro.


Nós do Grupo GHM, medimos os fatores ambientais através de uma abrangente gama de produtos. As nossas soluções em geral cumprem normas e padrões severos. Tudo com o objetivo de estar em conformidade com os aspetos técnicos de segurança e de contribuir, de forma decisiva, para a operação ser rentável.

Tem interesse em saber mais sobre estações meteorológicas e customizar a sua? Entre em contato com nossos especialistas agora mesmo!